Imagem de busca do Google com resultados sugeridos para o termo estou com dor
33% do total de usuários brasileiros buscam informações relacionadas à saúde na internet

Quando você tem um problema de saúde, procura o Google ou um médico? A internet foi uma grande invenção do ser humano e podemos aprender muitas coisas boas com ela. Mas quando se trata de saúde é importante ter cautela.

Segundo o Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação, órgão que produz indicadores e estatísticas sobre o uso da internet no Brasil, 33% do total de usuários usam motores de busca para encontrar informações relacionadas à saúde.

Se tá na internet, é verdade?

Apesar do grande volume de buscas, os dados não são bons para os pacientes do Dr. Google: uma pesquisa da Universidade Edith Cowan, na Austrália, aponta que a maioria dos diagnósticos de saúde feitos com bases em pesquisa no Google estão errados.

Pesquisa mostra que “Dr. Google” está quase sempre errado

Além do diagnóstico errado, verificar sintomas de saúde no Google pode dar uma falsa sensação de segurança. O paciente pode se tranquilizar com o “diagnóstico” encontrado e acabar não procurando ajuda médica.

O risco é que não seja identificada alguma doença ou condição séria, que poderia ser identificada clinicamente, caso o paciente não se restringisse somente ao diagnóstico de saúde encontrado no Google.

Saúde é coisa séria e o próprio Google sabe disso. Na sua Central de Ajuda há uma sessão sobre Pesquisa de informações médicas, onde onde o usuário é alertado de as informações encontradas não substituem uma consulta médica.

Portanto, quando perceber sinais ou sintomas, resista à tentação de tentar descobrir na internet a causa do problema e busque orientação médica. Seja prudente!⠀

Na PopClini, a sua clínica popular em Porto Seguro, você encontra diversos médicos especialistas com consultas a preços acessíveis. Não brinque com sua saúde, agende a sua consulta!

Postagens Recomendadas